BLOG

Dicas, novidades e tudo o que você precisa saber sobre
Atividades Complementares.​

Prof.ª Dr.ª Fernanda Ramirez

A grande questão não é fazer atividades complementares de qualquer jeito, fazer por fazer.

Se você quer se destacar de alguma forma, tudo o que você fizer, tem que fazer bem feito. As pessoas reconhecem isso nos outros, da mesma forma como reconhecem o desleixo.

A qualidade e interesse com que você faz suas Atividades Complementares influenciam muito, e contribuem para sua formação complementar e profissional. Uma das possibilidades de conseguir horas complementares para sua graduação é através da aquisição de conhecimentos extras. Esses conhecimentos e novas habilidades podem ser adquiridos através de diferentes atividades de ensino. Você fazer um curso extra, fazer um curso online, assistir uma palestra ou webnário e, dentre outras possibilidades, fazer a resenha de um livro ou de outros materiais que sejam relevantes para seu curso e para você.

Converse com seu professor de Atividades Complementares e verifique com ele se você pode fazer essas resenhas e quais resenhas são válidas como horas complementares para a sua formação.

Leve sempre em consideração o fato de que o livro ou texto escolhido deverá, necessariamente, ter uma relação com a sua formação acadêmica, com seu curso de graduação.

E lembre que, para esse tipo de atividade, você deverá entregar um relatório sobre o material lido para que o professor possa avaliar seu esforço e o quanto esse material contribuiu para a sua formação acadêmica e profissional.

Agora veja as dicas que eu separei para você fazer uma resenha de livro que nenhum professor vai rejeitar:

 

  1. Acerte no livro.

 

Tão difícil quanto a escolha de Sofia, é escolher o material para ser lido e, portanto, resenhado. Isso porque existem muitos textos espalhados por aí e você vai precisar separar o joio do trigo.

 

A primeira coisa que você tem que pensar é que o material deverá estar relacionado com seu curso e com sua formação acadêmica.

 

Seu professor vai se lembrar disso ao validar (ou não) a sua resenha crítica. Ler um livro de como cozinhar melhor pode ser útil para aqueles que cursam nutrição ou querem ser chefs de cozinha. Mas se você estuda ciências da computação, seu professor vai achar uma grande bobagem você apresentar uma resenha de um livro que ensina a fazer comida. E também vai considerar uma baita falta de interesse do aluno pelo curso, o que vai deixá-lo com um pé atrás em relação a você.

 

  1. Se é para ler, faça com atenção!

 

Certa vez, eu estava ministrando uma aula sobre a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação). Então eu pedi para um aluno ler um parágrafo da lei em voz alta, para que toda a classe pudesse discutir junto. No término da sua leitura, eu perguntei ao aluno o que ele tinha lido:

 

- ah, prô, eu não sabia que era para prestar atenção também, eu só li.

 

Foi com a cara estarrecida que eu pedi para o aluno ler novamente, agora prestando atenção ao conteúdo.

 

O fato é que não importa o que você está lendo – se é uma lei sobre educação, se é a lei da Maria da Penha, se é a lei do Saci-Pererê – o que importa é que você leia “de fato” e não “só pra constar”.

 

E tem mais: lendo com atenção vai evitar você ficar voltando no texto para ler de novo aquele parágrafo que você mal terminou e já não sabe mais do que se trata.

 

 

  1. Não se esqueça das anotações.

 

Ter um lápis ou caneta, papel ou bloco de notas é super essencial para se fazer uma boa leitura e uma excelente resenha. Claro que também é possível fazer isso com as tecnologias atuais, com aplicativos e programas de computador.

 

O fato é que existem muitas ferramentas e jeitos e modos de se fazer boas resenhas. Mas se lembre sempre: você não está apenas lendo, você está estudando. E aprendendo.

 

Há um objetivo nessa leitura, diferente de ler um romance para se divertir. Ou uma HQ.

 

As anotações são importantes num estudo porque ninguém tem uma memória tão boa capaz de lembrar tudo o que foi lido e o que foi pensando enquanto se lia.

 

Neste sentido são dois os focos principais:

 

  • Anote as ideias do autor - quando se faz uma resenha crítica, primeiro é preciso saber o que o autor pensa sobre determinado assunto. Só depois de conhecer o que o autor pensa que você conseguirá argumentar contra ou a favor.
  • Anote as suas ideias em relação às ideias do autor– enquanto a gente vai lendo algum material, nossas próprias ideias sobre o assunto vão surgindo. É aqui que você vai encontrar a base para fazer sua resenha, ao escrever suas observações pessoais.

 

  1. Aposte num roteiro de análise crítica.

Como disse anteriormente, a gente não precisa ter uma memória incrível para se dar bem nos estudos. Precisamos de métodos. Um recurso que facilita bastante são os roteiros de estudo. Existem aos montes espalhados pela internet e você pode procurar por algum que corresponda às suas necessidades.

 

Um bom roteiro para resenhas de análise crítica consiste em incluir os seguintes tópicos:

 

  • Título do livro, Nome do Autor, Ano e local de Publicação e Editora. São os dados de identificação do material consultado e também são dados essenciais para você citar esse material em algum texto acadêmico.
  • Resumo. Depois de identificada a obra, você deve escrever um resumo sobre ela, se aproximando ao máximo das ideias do autor.
  • Pontos Abordados. Aqui você esclarece os tópicos abordados pelo autor, menos ou mais importantes. Esse é o conteúdo específico do livro ou texto.
  • Abordagem Principal.Depois de saber tudo o que foi abordado pelo autor, é interessante saber identificar qual é o pensamento e a mensagem principal do autor. O que é mais relevante na obra?
  • Conclusões do Autor. Identificado o tema de mais importância, certamente o autor terá uma conclusão. Ele encerrará o tema de alguma forma. Qual é essa forma?
  • Observações Pessoais. Por fim, reflita sobre a leitura com suas próprias palavras e suas próprias idéias em relação àquilo que foi lido. Seja crítico e se posicione contra ou a favor. Aponte aquilo que você concorda e aquilo que você discorda.
  • Baixe nosso Planner de Atividades Complementares. Nele você vai encontrar uma ficha para fazer sua resenha crítica. É grátis e é só fazer o download.

 

  1. Se posicione em relação à leitura.

Essa dica retoma o último tópico do item anterior, devido à sua grande importância.

É que toda leitura pressupõe um envolvimento do texto com que lê. O aprendizado acontece aí, nessa troca entre o autor e o leitor.

 

Você não precisa concordar com tudo aquilo que um autor escreveu, mas você precisa saber porque você não concorda com aquilo que você leu. Ou porque você concorda.

 

Neste sentido, é importante a sua opinião pessoal sobre o assunto.

A leitura provoca uma mudança em quem lê. Se você já tinha uma opinião anterior sobre o assunto abordado, após a leitura, você ainda mantém essa opinião? Você mudou de opinião? Por que isso aconteceu?

 

Lembre-se, mesmo que você mantenha as mesmas opiniões depois de ler um material, você não é mais a mesma pessoa de antes da leitura. No mínimo você adquiriu mais argumentos que corroboram com as suas próprias ideias e pensamentos.

 

Seguindo essas dicas, as chances de sua resenha ser rejeitada pelo professor de Atividades Complementares será bem pequena. E, não se esqueça. Se for pra fazer, faça bem feito.

Essa é uma dica que dou não apenas para as Atividades Complementares, mas para a sua vida. Fazer por fazer não é a melhor opção quando a gente pensa em sair de um ponto para chegar em outro. Para sair de um ponto e chegar em outro é preciso de esforço.

Então bora fazer a nossa parte!

Um grande abraço,

Fernanda.

oRGANIZE SUas Atividades Complementares
de uma vez por todas!

Planner das Atividades Complementares

“A primeira ferramenta criada exclusivamente para organizar e planejar seus estudos complementares.”

Preparamos muito mais que um simples planner.
É uma solução completa para você.

Planner das Atividades Complementares

Material extra incluído para você:

  • 1 Exclusiva Roda das Atividades Complementares.
  • 3 modelos de fichas para fazer resenhas das suas atividades.
  • 1 formulário para relatório semestral.
  • 1 formulário para relatório final.
  • 1 videoaula para te ensinar a usar todas as ferramentas.