BLOG

Dicas, novidades e tudo o que você precisa saber sobre
Atividades Complementares.​

Prof.ª Dr.ª Fernanda Ramirez

Como você sabe, durante toda a faculdade, você terá que realizar muitas horas de Atividades Complementares. O número de horas varia de curso para curso.

Mas você não poderá fazer sempre o mesmo tipo de atividade. Por isso, foram criados os Grupos de Atividades Complementares, estabelecendo diversos tipos de atividades que devem ser realizadas pelos alunos. Cada faculdade pode determinar grupos do jeito que preferir. Mas, de uma maneira geral, podemos dividir da seguinte maneira:

Atividades de Ensino

São atividades destinadas à aquisição de conhecimentos, tais como:

  • Cursos realizados em áreas afins, Cursos Livres, mini-curso, cursos EaD, Língua Estrangeira, Libras;
  • Participação em eventos acadêmicos (seminários, congressos, encontro, fórum, jornadas, simpósios, palestras e semanas acadêmicas);
  • Participação em grupos de estudos ou similar;
  • Monitoria e/ou tutoria em disciplinas acadêmicas;
  • Disciplinas cursadas em outros cursos ou instituições;
  • Participação em defesa pública de trabalhos acadêmicos (graduação e pós-graduação).

Pesquisa e Produção Científica

São atividades voltadas à produção de conhecimento. Fazem parte da pesquisa e produção científicas:

  • Participação em programas de iniciação científica;
  • Participação em pesquisa e projetos científicos;
  • Apresentação de trabalho em congresso e eventos científicos;
  • Publicação de trabalhos em revistas científicas, em evento e/ou periódico especializado;
  • Publicação de livro ou capítulo de livro científico.

Atividades de Extensão

Aqui, as atividades ganham relevância quando a teoria se une com a prática, tais como:

  • Participação em programas e projetos de extensão;
  • Estágios não obrigatórios;
  • Participação na organização de eventos, semana acadêmica, etc;
  • Atuação em projetos vinculados à Empresa Junior.

Atividades Socioculturais e Esportivas

Já aqui você vai encontrar atividades que ampliam sua visão de mundo. São elas:

  • Visita a museus, exposições de arte, mostra de cinema e teatro;
  • Participação em Oficinas Culturais;
  • Participação em atividades socioculturais, artísticas e esportivas (coral, música, dança bandas, vídeos, fotografia, campeonatos esportivos etc;
  • Membro de diretoria de associações estudantis, culturais e esportivas (Associação atlética, Centro Acadêmico, Diretório Acadêmico, Comissão de formatura).

Responsabilidade Social e Interesse Coletivo

De fato, a integração entre a instituição e a sociedade é muito importante. Além do “Dia da Responsabilidade Social”, programa realizado por muitas faculdades e associado à ABMES (Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior), existem as seguintes possibilidades:

  • Participação em projetos sociais, trabalho voluntário em entidades vinculadas a compromissos sociopolíticos (OSIPS, ONGS, Projetos comunitários, Creches, Asilos etc);
  • Prestação de serviços à comunidade, universitária ou não universitária;
  • Comissão organizadora de campanhas de solidariedade e cidadania.

De um modo geral, esses grupos funcionam como diretrizes para você avaliar e planejar as suas Atividades Complementares. Para ajudar a você se organizar, nós criamos o Planner das Atividades Complementares. Lá tem tudo bem explicado.

Mas lembre-se: cada curso de graduação tem suas próprias regras para as Atividades Complementares.
Consulte o professor responsável e verifique as atividades que são permitidas para o seu curso, a quantidade de horas correspondentes e como essas atividades devem ser validadas.

A divisão das horas complementares

Não é a toa que existe a divisão das Atividades Complementares por blocos. Eles também fazem parte da estratégia pedagógica que a sua instituição definiu para o seu curso. Isso significa dizer que, para cada bloco de atividades complementares, há também números mínimos e máximos de horas e atividades por grupo para serem cumpridas.

Veja abaixo:

  • Total de horas complementares por curso.
    As Atividades Complementares deverão ser realizadas ao longo do curso, no total de carga horária prevista no projeto pedagógico de cada curso. Na maioria das instituições fica ao critério do aluno a quantidade de horas a serem cumpridas por semestre acadêmico. Isso significa que você pode se planejar para fazer as atividades complementares espalhadas durante todo o curso, ou de forma concentrada. E o mais interessante é você fazer seu total de horas nos primeiros semestres de curso. Imagine que no último ano a coisa aperta e você ainda terá que lidar com o estágio obrigatório, seu projeto experimental e com seu Trabalho de Conclusão de Curso. Muita coisa, né? O jeito é planejar tudo direitinho e não deixar a coisa embolar.

 

  • Máximo de horas por cada atividade.
    Vamos supor que seu curso exija 200 horas de atividades complementares e que você encontrou na internet um curso livre cujo certificado é de 230 horas. Você pensa: oba, vou matar tudo numa cajadada só! E ainda vai sobrar um restinho. Mas não é assim que a banda toca. Se o principal objetivo das Atividades Complementares é oferecer diversidade e flexibilidade ao currículo do aluno, elas só fazem sentido sendo plurais e você não vai escapar de fazer muitas e muitas atividades. No caso acima, é bem provável que o professor valide apenas 30 ou 40 horas, o máximo de horas permitidas pela faculdade para cada curso livre – olhe as regras da sua instituição –, deixando de lado as horas que faltam para completar as 230 que você conseguiu com o certificado. Então o jeito é espalhar os ovinhos e não por tudo numa cesta só.

 

  • Máximo de atividades por grupo.
    Da mesma forma que no item acima, aqui você também vai encontrar limitações. Você poderia pensar: ah, se minha faculdade aceita no máximo 30 horas para cada curso livre, então é só eu fazer 7 cursos diferentes de 30 horas cada. Devagar com o andar, pequeno gafanhoto... a faculdade também pode estipular o número máximo de horas por grupo de Atividades. No caso do curso livre, em nosso exemplo, a faculdade aceita até 90 horas. Daria para você fazer 3 cursos de 30 horas e tirar o bumbum da poltrona para cumprir as outras horas com outros tipos de Atividades Complementares.

 

Eu sei, tem muitas regrinhas e a sua instituição define um montão de coisas: define a quantidade de horas, de atividades, os tipos de atividades que você pode fazer e etc.

Sim, dependendo da sua instituição você poderá encontrar umas regrinhas a mais. Mas não se deixe abater, nem entre em desespero. Aproveite que você chegou até aqui e acompanhe nossas dicas para você tirar o melhor proveito das suas Atividades Complementares.

Um abraço, e até mais!

oRGANIZE SUas Atividades Complementares
de uma vez por todas!

Planner das Atividades Complementares

“A primeira ferramenta criada exclusivamente para organizar e planejar seus estudos complementares.”

Preparamos muito mais que um simples planner.
É uma solução completa para você.

Planner das Atividades Complementares

Material extra incluído para você:

  • 1 Exclusiva Roda das Atividades Complementares.
  • 3 modelos de fichas para fazer resenhas das suas atividades.
  • 1 formulário para relatório semestral.
  • 1 formulário para relatório final.
  • 1 videoaula para te ensinar a usar todas as ferramentas.